Escolha uma Página

Publicado em 25/09/2020

A Vitamina C é com certeza um dos elementos mais “famosinhos” de tudo o que envolve a nutrição. Ela carrega a fama de ser, por exemplo, o principal antioxidante na luta contra as gripes e resfriados, e costuma ser automaticamente associada à laranja, ao limão e à pitanga como algumas de suas fontes mais ricas.
Realmente, a Vitamina C tem efeitos poderosos, mas que vão muito além da sabedoria popular. Há outras propriedades pouca cultuadas, mas que merecem atenção: ela protege as células, aumenta a quantidade de anticorpos, melhora nosso sistema imunológico, aumenta o poder de cicatrização, potencializa a absorção do ferro, evita o envelhecimento da pele e por aí vai.
Esta última característica listada em cima, no que se refere à pele, ocorre pela sua alta capacidade de ativar a produção de colágeno no organismo, o que também é um poder pouco difundido entre os consumidores.

Já o Ácido Hialurônico é um ativo com altíssimo poder de retenção de água no organismo, cuja consequência é a preservação da elasticidade e da maciez da pele. Não é tão exagero assim dizer que a culpa pelo nosso envelhecimento é da perda de Ácido Hialurônico, que começa a ocorrer já na nossa juventude. Estancar essa perda é um dos caminhos que tomamos para dar nova vitalidade à pele.

Vale a pena combinar os dois elementos?

Vale a pena, sim, associar o Ácido Hialurônico à Vitamina C, pois existe comprovação científica de que isso potencializa os benefícios na pele pela própria capacidade natural de cada elemento. E existem cosméticos no mercado com essa finalidade.
Porém, em se tratando de Harmonização Facial, preciso dizer que há diferenças nesta forma de consumo. O Ácido Hialurônico, na clínica, é aplicado de forma injetada sob a camada da pele, preenchendo rugas e dando o volume perdido na face. Há também a versão injetável, o Skinbooster, para apenas hidratar.
A Vitamina C, além ter forte presença em alimentos como aqueles citados acima, também é encontrada em alta concentração em forma de medicamentos, pastilhas e cremes dermatológicos.
Portanto, é possível, sim, fazer uso simultâneo das duas substâncias, mas de forma dissociada. Ou seja, para efeitos altamente potencializados, fazendo uso de Ácido Hialurônico por meios injetáveis estritamente na clínica (JAMAIS FAÇAM ISSO EM CASA OU COM UMA PESSOA SEM CAPACITAÇÃO!) e de Vitamina C pelos meios oferecidos no mercado.

Injeção de Vitamina C?

Existem opções de uso injetável de Vitamina C, tanto para fins estéticos como terapêuticos, e vale a pena ler a respeito e conversar com um especialista se estiver pensando em fazer um desses usos da substância, pois apresentam-se de forma diferente para cada indicação.

……………………………………………..contato@drayanabarroso.com.br | 33 3272-8022 | 33 3014-8022 | 33 99825-2894 | Rua Peçanha, 773 – Centro – Governador Valadares – MG

error: Protegido
Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.
//

Olá,
É um enorme prazer falar com você. Em que posso te ajudar?